Nova Mutum, 17 de Junho de 2018
DÓLAR: R$
Logomarca

Segunda-Feira, 12 de Março de 2018, 18h:32 | A | A

MARLI VIEIRA

COLUNA: “Vós me livraste Senhor, eu vos exalto”. (Salmo 29)

Por: Marli Vieira

Arquivo Pessoal

Arquivo Pessoal

Neste final de semana discutíamos eu e um filósofo sobre um vídeo que mostrava vários acidentes, alguns fatais, outros não, mas todos provocados por motoristas ou seus acompanhantes, que ao estacionarem, abrem a porta de seus carros sem olhar se vem alguém atrás.

Quando acontece um acidente com vítima fatal, pode-se dizer que é destino,  hora de morrer, foi Deus quem quis assim, o que dizer?

Os ateus não acreditam em Deus e por isso chamam esses atos de fatalidade ou  acidental.

Os agnósticos são cientes da existência de Deus, porém não O cultuam e não participam de religião, entre a ciência e a religião há em muitos agnósticos um fio que os mantem longe de qualquer crença, culto, ou tradição religiosa, dogmas,  costumes...

Aos judeus cabe ainda esperarem pela vinda do Cristo.

Aos que exultam Alá há muito a entender e pouco a se falar, vivenciam a morte em seu dia a dia e não a temem.

Reprodução

COLUNA MARLI 2

 

Aos espiritas kardecistas a morte apenas significa passagem de uma vida para a preparação de outra reencarnação, sempre evolutiva, no sentido de purificação da alma, do espírito, no pagamento de seus débitos adquiridos em vidas passadas.

De Umbanda e Candomblé, Terreiros, tem-se na Bahia o Sincronismo Religioso, no Rio Grande do Sul muita influencia europeia de Seitas e Magias,  no restante do país falta de informação real dessa forma de cultuar, existe muitas misturas de crenças próprias a costumes locais com costumes religiosos passados de geração a geração.

E aos cristãos, católicos ou evangélicos, uma busca a cada dia mais por Deus, após conhecimento da Palavra e entendimento do Espírito, Único, Trino, e Imortal.

Em uma coisa católicos e evangélicos concordam com os espiritas, temos o livre arbítrio, Deus deu a liberdade de escolha a cada ser. Nas demais coisas somente os renovados (católicos) e pentecostais (evangélicos) admitem um Único espírito, o Espírito Santo de Deus, já os kardecistas acreditam que espíritos mais evoluídos podem através de um ser comum como eu ou você recebe-los em incorporações.

E cabe a cada um dizer, ou refletir, em o que um acidente, por exemplo, onde alguém abre a porta do carro repentinamente e atrás vem uma moto e um caminhão, a moto bate na porta e o motoqueiro cai onde o caminhão passa, e... fatalmente a morte acontece. Acidente, vontade de Deus, era a hora dele, era o destino? E o que dizer daqueles acidentes onde não sobra nada do carro, como dizem “moeu tudo”... e o motorista sai ileso, sem um arranhão?

O que é Livramento para você, e no que você realmente acredita?

Cito algumas religiões acima como mera estudiosa, longe de mim ser conhecedora com ênfase vos falar.

COMENTÁRIOS





ENQUETE POWER MIX

O QUE VOCÊ ACHOU DO NOVO SITE?

Obrigado por participar