NOVA MUTUM, 16 de Julho de 2024
icon weather 17 º 30 º
DÓLAR: R$ 5,43
Logomarca

GERAL Domingo, 03 de Dezembro de 2023, 15:52 - A | A

03 de Dezembro de 2023, 15h:52 - A | A

GERAL / PREVISÃO

Inmet prevê chuvas acima da média para algumas regiões de MT no mês de dezembro

Rodrigo Costa/Olhar Direto



Após um novembro marcado por altas temperaturas e seca em algumas regiões de Mato Grosso, a previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) aponta chuva para o mês de dezembro em algumas regiões do estado.

De acordo com o instituto, em grande parte das regiões Centro-Oeste e Sudeste, a previsão indica chuvas acima da média e chuvas mais regulares, com volumes que podem superar os 300 mm em áreas de Mato Grosso, Goiás, centro-sul de Minas Gerais, nordeste de São Paulo e sul do Rio de Janeiro.

Em grande parte do Brasil Central, o retorno gradual das chuvas está sendo importante para a recuperação do armazenamento de água no solo, especialmente em áreas do norte de Mato Grosso e sul de Goiás.

No geral, a umidade no solo será favorável para a semeadura e o desenvolvimento dos cultivos de primeira safra, exceto em áreas do norte de Minas Gerais e do Espírito Santo, bem como no noroeste do Mato Grosso do Sul e sudoeste de Mato Grosso, onde os níveis de umidade poderão ser mais baixos.

Entretanto, no norte dos estados de Goiás, Minas Gerais e Espírito Santo, as chuvas previstas poderão ser abaixo da média, com volumes inferiores a 200 mm.

O prognóstico climático do Inmet para o mês de dezembro de 2023 e seu possível impacto na safra 2023/24 para as diferentes regiões produtoras indica que em áreas do Matopiba (região que engloba os estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia), os baixos volumes de chuva previstos ainda manterão os níveis de água no solo baixos, exceto em áreas do sul de Tocantins e extremo sudoeste da Bahia, onde haverá uma ligeira recuperação da umidade no solo.

Essa condição poderá impactar a evolução do plantio e desenvolvimento inicial dos cultivos de primeira safra que já estão em andamento, diz o Inmet.



Comente esta notícia

Elizabeth de Oliveira 04/12/2023

Sinop está dentro dessa previsão?

positivo
0
negativo
0

1 comentários

1 de 1