NOVA MUTUM, 13 de Junho de 2024
icon weather 19 º 36 º
DÓLAR: R$ 5,37
Logomarca

GERAL Sexta-feira, 10 de Março de 2017, 21:32 - A | A

10 de Março de 2017, 21h:32 - A | A

GERAL /

Município de Nova Mutum realizará estudo para informatizar sistema de iluminação pública



Com a criação do Plano Municipal de Parcerias Público Privada (PPP), através da Lei 1922/2015 e o decreto nº 007/2017 o Município de Nova Mutum está regulamentada para estabelecer contratos com empresas privadas em diversas áreas como iluminação pública, saneamento básico e de desenvolvimento industrial.

Baseado neste decreto o Conselho Gestor de Parcerias Público Privado lançou, em março deste ano o Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) na área de iluminação pública para que empresas privadas possam participar de um projeto e estudos para tornar mais eficaz a iluminação pública de Nova Mutum.

Esse modelo de gestão, através das Parcerias Publico-Privada (PPP), irá adotar um sistema que identifica automaticamente as lâmpadas queimadas para serem substituídas. O sistema permitirá ainda que cada poste tenha um sistema de Wi-Fi que será responsável pela comunicação com uma central.

De acordo com o secretário de Planejamento e Desenvolvimento Estratégico de Nova Mutum, Mauro Antonio Manjabosco essa será a primeira grande experiência a ser realizada nesse modelo de gestão que está sendo proposto pela administração municipal. “Todos nós sabemos que atualmente as PPP´s tem se tornado cada vez mais comum no setor público. Como aqui em Nova Mutum temos que otimizar nosso sistema de iluminação optamos por lançar esse edital, a fim de implantarmos aqui um projeto modelo na gestão de iluminação pública”, cita.

A empresa que vencer o certame terá o prazo de um (01) ano para fazer todo mapeamento da real situação e implantar o sistema. Pela proposta todas as atuais lâmpadas que são a vapor de sódio ou de mercúrio serão substituídas por lâmpadas LED.

Esta implantação foi solicitada pelo Prefeito Municipal Adriano Xavier Pivetta porque esta mudança trará grande ganho em todos os aspectos. “Em primeiro lugar teremos uma cidade iluminada e com baixo índice de lâmpadas queimadas. Segundo vamos reduzir drasticamente os gastos com iluminação pública, com isso o município poderá investir mais recursos ora economizados em outras áreas como educação, saúde, estradas entre outros”, acrescenta.

Fonte:Assessoria



Comente esta notícia