NOVA MUTUM, 17 de Julho de 2024
icon weather 18 º 35 º
DÓLAR: R$ 5,48
Logomarca

GERAL Terça-feira, 08 de Setembro de 2015, 00:26 - A | A

08 de Setembro de 2015, 00h:26 - A | A

GERAL /

Polícia encontra ossada de garota desaparecida; suspeito fugiu de cadeia de Nova Mutum



A Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP) esclareceu o desaparecimento de uma jovem de 19 anos, ocorrido em 2012. Joane Glória de Macedo foi assassinada e teve o corpo deixado na região do bairro Barreiro Branco, nas proximidades do Lixão, em Cuiabá. Ela morava no bairro Altos da Glória.

Os ossos foram encontrados, hoje, na área indicada pelo suspeito de ser o autor do assassinato, C.J.S. Segundo sua versão, ele discutiu com a vítima na localidade e a empurrou, quando ela caiu e bateu a cabeça em uma pedra. Ele também relatou que tinha relacionamento com a jovem e a matou depois de um desentendimento.

O suspeito estava preso no presídio de Barreiras, na Bahia, e foi recambiando para Cuiabá e interrogado pela delegada Anaide Barros. Segundo a assessoria da Polícia Civil, o autor é acusado de tráfico de drogas e estava entre os foragidos da cadeia de Nova Mutum no dia 5 de fevereiro deste ano, quando vários presos escaparam da unidade prisional depois que agentes prisionais foram dopados por duas mulheres a mando de presidiários da cadeia. Após a fuga foi para o estado da Bahia e acabou preso por uso de documento falso.

O suspeito tem mandado de prisão pela fuga da cadeia de Nova Mutum e terá a prisão preventiva representada pelo homicídio da garota, em Cuiabá. Ele acompanhou as diligências na localidade junto com policiais da DHPP, que aguardam a chegada da criminalística e da Coordenadoria de Medicinal Legal para retirada da ossada.

O caso é investigado pelo delegado Luciano Inácio da Silva, que instaurou inquérito policial pelo crime de homícidio, depois de indícios que o desaparecimento da jovem se tratava de assassinato. Foi a equipe do delegado quem recambiou o preso da Bahia até Cuiabá.

Fonte:SoNoticias



Comente esta notícia