Power Mix

Domingo, 25 de Julho de 2021, 19h:18

Na delegacia, mãe bate em filho que roubou, espancou e jogou motorista de aplicativo no rio; veja vídeo

Michael Esquer

Foto: Reprodução

Um dos quatro envolvidos no roubo a uma motorista de aplicativo, que após se fingir de morta para sobreviver foi jogada em um rio no último sábado (24), foi espancado pela mãe após ser preso na noite deste sábado no município de Tangará da Serra (244 km de Cuiabá). Na ocasião, a genitora se revoltou com a atitude do filho e começou a agredi-lo na frente da delegacia. 

Nas imagens, que foram divulgadas pelo jornal Estadão Mato Grosso, é possível ver a mulher ao gritos, desferindo diversos golpes na cabeça, pescoço e corpo do rapaz. Em determinado momento do registro, a mãe fala ao policial que o infrator tem de tudo dentro de casa, o que, segundo ela, tornaria a atitude criminosa, ainda mais, desnecessária. 

O caso

De acordo com a Polícia Militar, o crime aconteceu por volta das 1h da madrugada do último sábado (24), quando a motorista aceitou uma corrida no bairro Barcelona. Assim que a motorista parou o carro no local indicado, os quatro homens entraram no veículo simulando uma conversa de que estariam indo para uma festa. Pouco tempo depois, anunciaram o assalto e dominaram a vítima, usando uma arma de fogo para tirá-la do volante.

Após assumirem a condução do carro, os homens seguiram sentido MT-480. Durante todo o trajeto, a mulher foi espancada com socos no rosto e enforcamento. Ainda de acordo com a PM, ao chegarem na ponte do Rio Sepotuba, os acusados jogaram a vítima no rio, por acharem que ela já estava morta. Em contato com a motorista, ela relatou que simulou um desmaio para resguardar sua vida.

Após ser jogada no rio, a mulher esperou os homens fugirem e saiu em busca de ajuda. Após caminhar alguns metros, acabou encontrando um sítio na região e conseguiu acionar a polícia. Em posse das informações, equipes da PM se deslocaram até o local e iniciaram as buscas pelos acusados. 

A captura

Primeiro, os policiais foram até o local onde a motorista havia buscado os quatro homens e constataram que a residência foi usada apenas como fachada. Já na manhã de sábado (24), os policiais conseguiram localizar e prender dois dos acusados durante um cerco policial, que mais tarde entregaram o resto dos comparsas, entre eles o que foi agredido pela mãe. 

De acordo com o Major Henrique, do 19º Batalhão da PM, um dos homens possuía um mandado de prisão em aberto, emitido pela comarca de Peixoto de Azevedo (672 km de Cuiabá), pelo crime de tráfico de drogas. Além dos dois homens presos, também foi localizado o veículo roubado e outros pertences da vítima. 

Vítima agradeceu apoio

Após o ocorrido, a vítima foi encaminhada para uma unidade de saúde da região com suspeitas de fratura no maxilar. Em um vídeo gravado, ela agradeceu ao apoio de amigos e o empenho dos policiais militares na ação. "Eu agradeço a ajuda e logo logo esses caras vão estar tudo preso, obrigado por tudo", disse a motorista. 

Assista o vídeo (12s):