NOVA MUTUM, 03 de Julho de 2022
icon weather 18 º 34 º
DÓLAR: R$ 5,33
Logomarca

SORRISO Quinta-feira, 05 de Maio de 2022, 13:48 - A | A

"GATO" NO RECANTO DOS PÁSSAROS

Concessionária flagra ligação irregular de água em condomínio de luxo em Sorriso

Boletim de ocorrência foi registrado e a empresa foi notificada e deverá ser multada

Portal Sorriso
Sorriso-MT

Foto: Portal Sorriso

image

Após receber reclamações quanto ao desabastecimento pontual no bairro Recanto dos Pássaros, a concessionária Águas de Sorriso flagrou uma ligação irregular de água em um condomínio de luxo. A irregularidade é passível de multa. Um boletim de ocorrência foi registrado na delegacia de Polícia Judiciária Civil e a empresa foi notificada. 

O coordenador da concessionária, Lucas Alves, informou, em entrevista, que inicialmente foi detectada uma baixa pressão no bairro e constada a interligação clandestina na rede da Águas de Sorriso. 

"Foram recebidas denúncias de baixa pressão na rede de abastecimento, apesar de que os equipamentos de produção e de distribuição de abastecimento de água estavam operando normalmente. Fizemos procedimento para verificar possíveis vazamentos ou furtos de água. Foi constatada uma ligação de grande porte com fluxo bastante elevado e por conta dessa vazão não projetada teve queda de pressão nas outras regiões. De imediato, solucionamos o problema de desabastecimento no local", explicou. 

A concessionária informou que já notificou o empreendimento e comunicou o caso à Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Sorriso (Ager) e à Prefeitura. "Estamos seguindo as tratativas internas da concessionária". 

Conforme Alves, antes de licenciar as obras, o empreendimento precisa de documentações, e ter como primeiro passo o pedido de viabilidade de abastecimento de água e esgotamento sanitário. "Por meio deste documento, a concessionária fala o que ele deve fazer para ter abastecimento". 

Em seguida, com aprovação de projeto, a empresa pode iniciar as obras e a concessionária ainda faz o teste de carga para verificar se a estrutura está apta para o abastecimento.



Comente esta notícia