NOVA MUTUM, 18 de Maio de 2024
icon weather 22 º 33 º
DÓLAR: R$ 5,11
Logomarca

CIDADES Quarta-feira, 15 de Novembro de 2017, 19:12 - A | A

15 de Novembro de 2017, 19h:12 - A | A

CIDADES / POLÍCIA

Presos espancam agentes, roubam armas e fogem da cadeia de Poconé

Gazeta Digital



Fugiram em massa e fortemente armados pelo menos 39 presos da cadeira de Poconé, no final da tarde desta quarta-feira (15), por volta das 17h. A unidade tem cerca de 50 detentos.

A fuga assustou moradores da pacata cidade, porta de entrada do pantanal mato-grossense, já que eles saíram correndo, armados pelas ruas, após agredirem agente penitenciário. Esta modalidade é conhecida como "cavalo doido" e se caracteriza pela fuga coletiva, "atropelando" o que encontram pela frente.

O agente Júlio Pontes, que estava de plantão com uma colega de trabalho mulher, conta que foi entrar para dentro da cadeia e fazer a contenção de presos, quando saíram em disparada. "Eles estavam no banho de sol e saíram tudo louco, fiz um monte de disparos, acertei um monte com munição anti-motim", detalha.

O agente conta ainda que foi espancado, levou coronhada na cabeça e que a colega agente não estava armada.

"Levaram todas as armas da cadeia", confirma.

Força-tarefa da Polícia Militar e Civil da capital já foi para Poconé, iniciar a "caça" aos foragidos, que estão portando pelo menos 5 armas calibre 12, 2 Taurus CTT .40, 5 pistolas ponto 40 e mais armamentos.

Superintendente da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), Gilberto Rondon, responsável pelo sistema prisional, também foi para Poconé para acompanhar os fatos de perto.



Comente esta notícia