NOVA MUTUM, 23 de Julho de 2024
icon weather 17 º 32 º
DÓLAR: R$ 5,57
Logomarca

GERAL Sexta-feira, 12 de Março de 2021, 19:14 - A | A

12 de Março de 2021, 19h:14 - A | A

GERAL / FATALIDADE

Criança de 1 ano e 4 meses morre atropelada na Comunidade Pacoval em Santa Rita do Trivelato-MT

Redação/Djeferson Kronbauer
Santa Rita do Trivelato-MT



Uma criança de 1 ano e 4 meses morreu atropelada no início da tarde desta sexta-feira (12), por volta das 12h45, em frente a uma residência na Comunidade Pacoval, em Santa Rita do Trivelato-MT.

Segundo informações, o condutor do veículo, de 31 anos, teria ido até a casa do pai da criança, pegar uma assinatura de uma ordem de serviço. O mesmo não chegou a descer do veículo, e permaneceu parado em frente à residência enquanto o pai da criança assinava o documento.

Assim que o pai da criança assinou a ordem de serviço, o mesmo se dirigiu para dentro da residência, e o motorista no momento em que efetuava uma manobra para ir embora, sentiu que havia passado com o veículo em cima de alguma coisa.

Ao olhar para o lado visualizou uma criança caída no chão e chamou o pai da mesma, que no momento retornava para o interior da residência, diante da situação ambos se deslocaram rapidamente para o Pronto Socorro Municipal, mas infelizmente a criança não resistiu aos ferimentos e chegou já sem vida, a mesma apresentava um ralado na cabeça.

O condutor do veículo relatou que não havia visto nenhuma criança por perto do carro, enquanto conversava com o pai da vítima. Já o pai relatou que saiu de dentro de casa e não percebeu que seu filho havia lhe acompanhado para perto do veículo, pois havia deixado a criança dentro de casa.

Diante dos fatos o condutor do veículo foi encaminhado à Delegacia Judiciária Civil de Nova Mutum, para as devidas providências, o mesmo deve responder por homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

PARTICIPE DO NOSSO GRUPO NO WHATSAPP E FIQUE BEM INFORMADO (NOTÍCIAS, VAGA DE EMPREGO, UTILIDADE PÚBLICA) - CLIQUE AQUI



Álbum de fotos

Foto: Arquivo Pessoal

Comente esta notícia