NOVA MUTUM, 27 de Maio de 2024
icon weather 9 º 26 º
DÓLAR: R$ 5,17
Logomarca

MARLI VIEIRA Segunda-feira, 05 de Fevereiro de 2018, 18:59 - A | A

05 de Fevereiro de 2018, 18h:59 - A | A

MARLI VIEIRA / MARLI VIEIRA

COLUNA: Bandido bom é bandido morto! Assim dizem. Será mesmo?

Seu cantinho... Só seu !

Marli Vieira
Nova Mutum



Segundo a Revista EXAME.COM de 17/12/2016 só neste ano, foram quase 60 mil ocorrências registradas por tráfico de drogas pelas Varas de Infância e Juventude, isto é “REAL”??? Podemos nós questionar esses dados???

Dados do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) de SP afirmam que dobrou a quantidade de jovens cumprindo medidas socioeducativas entre (2015-2016), de 96 mil menores nessa condição em 2016 saltou para 192 mil em 2017.

O tráfico de drogas é o crime de maior incidência registrado pelas Varas da Infância e Juventude, 60 mil adolescentes que respondem por 249,9 mil atos infracionais, já que uma mesma pessoa pode responder por mais de um delito. Roubo qualificado ocupa a segunda posição por adolescentes entre 12 e 17 anos de idade, com 51,4 mil ocorrências.

Desse total, 36,2% se referem à liberdade assistida que consiste em uma intervenção educativa através de orientação e acompanhamento do adolescente e 35,7% à prestação de serviços à comunidade.  

coluna marli dados

 

Veja, no infográfico, os crimes mais cometidos pelos jovens no Brasil.

Mas aí é que vem a grande questão?  

No Brasil somos bombardeados diariamente com crimes de corrupção passiva e ativa, são milhões gastos em processos e segurança de verdadeiros criminosos políticos, que não cumprem pena junto a outros presos brasileiros e ainda possuem regalias como prisão domiciliar, delação premiada, empresários ligados ao governo, bancários e até o Banco Central está nessa. Chega-se a ver funcionários públicos roubando celulares como apontou o Fantástico, a Globo News, Record News e tantos outros canais há duas semanas, e crimes praticados por pessoas idosas que deveriam estar dando exemplo diante de tantos escândalos banalizados.

A corrupção aparece diariamente como algo comum, isto num país onde a educação caiu, eu disse caiu?... não! Não mesmo! Ela despencou. Hoje só é bom profissional quem é autodidata e se dedica duramente, porque diploma se tornou algo fácil de conseguir, mas conhecimento... hummm, aí é outra história, nem vamos abordar agora.

O fato é que temos uma saúde pública falida, (Mutum é uma exceção, dá uma voltinha em outros estados e comprove, não precisa ir longe, visite o P.A. do Pronto Socorro de Cuiabá, sabiam que em Sinop nem Cesária os hospitais particulares (não vou citar, mas sei que você sabe ou pode confirmar) ACEITAM fazer pelo SUS, ou você tem dinheiro, ou morre na fila. em Nova Mutum há uma canalização digamos boa em relação a outros municípios do Estado, e muito boa em relação a outros estados. E tudo por quê? O governo Federal faliu o SUS, funcionários de alto escalão faliram o INSS, a nossa Policia tem menos recursos que as milícias, e um stress geral tomou conta de grande parte da população, uns desesperam-se e entram para o crime, outros desesperam-se e fazem justiça com as próprias mãos, tornando-se criminosos também, de forma geral.

E o que você faria se recebesse o corpo de seu filho menor de idade todo furado a bala? Buscaria conscientizar jovens, pessoas, profissionais liberais, ou seria mais um a cometer atrocidades com as próprias mãos?

Entendo que a resposta é difícil... e como entendo.

Entrei para o Serviço Público aos 16 anos, eu tenho 50, ainda não matei ninguém, mas te confesso que tive muita vontade em várias situações.

Deixo para reflexão a frase que um aluno escreveu-me quando eu trabalhava em região de fronteira com o Paraguai e lutava muito para que eles não desistissem da escola e sucumbissem ao crime organizado.

“Os detentos pensam no futuro, muito mais do que você que não dá valor ao que é seu, a ESCOLA”.

Infelizmente eu recebi a carta quando ele já estava preso pela segunda vez, e agora era maior de idade, paraplégico para não fugir mais e sofrendo todos os tipos de imagináveis maus tratos.

Divulgação

coluna marli dados

 

Você acredita ainda que prisão no Brasil resolve ou ressocializa alguém.... ???

Ou pior, acredita que temos estrutura ética e moral para ter pena de morte?

O que faremos?

O que você fará agora?

O que eu farei?

Temos que dar nossa contribuição.

A mudança nunca virá de cima, isto é certo e absoluto, não se iluda mais.

Ela precisa começar aqui, na base, na massa, no troco que você devolve quando a caixa do supermercado erra, no que você diz a seu filho ou filha, no exemplo que você dá diariamente por onde passa.

Não viverei para ver, mudanças concretas demoram a acontecer, mas não vou desistir de tentar, e você que agora não ignora os fatos não pode mais cruzar os braços.

Faça o seu melhor hoje, só hoje.

Amanhã recomece... faça seu melhor novamente...

Não se puna por errar em dado momento, apenas recomece de onde parou e tente fazer o certo sem olhar para ontem, não olhe para trás, não é pra lá que você vai!

Há uma futura geração que depende do que fizermos hoje, sua geração, minha geração, nossa geração, filhos, netos, bisnetos...

Não cruze seus braços e olhe para o outro lado dizendo que o problema não é seu... porque ele é de todos.

Todos temos telhado de vidro... não duvide disso, você não pode prever como será seu filho ou filha criança hoje e adulto amanhã, no meu caso... amados netos.

Faça sua parte! E espere pelo melhor! Coisas boas acontecem, com certeza, e são essas que nos dão forças para não desistir.



Comente esta notícia

Francisco P. Greter 05/02/2018

Um boa análise...Mais escolas, menos prisões! O sistema penitenciário brasileiro está podre e tem de ser totalmente reformado; os policiais tem de ter melhores salários! E devemos lutar pela justiça é não por vingança!

positivo
0
negativo
0

1 comentários

1 de 1