NOVA MUTUM, 23 de Setembro de 2021
icon weather 24 º 41 º
DÓLAR: R$ 5,30
Logomarca

POLÍCIA Segunda-feira, 26 de Julho de 2021, 16:00 - A | A

POLÍCIA

Polícia Civil identifica acusados de espancarem PM até a morte em Várzea Grande-MT

Roberto Rodrigues de Souza discutiu com dois homens em uma distribuidora em Várzea Grande e morreu após ser espancado por eles.

João Aguiar/RepórterMT

Foto: Reprodução

image

A Polícia Civil identificou dois suspeitos de espancarem e matarem o soldado da Polícia Militar Roberto Rodrigues de Souza, 31, na noite de domingo (25), em uma conveniência em Várzea Grande, foram identificados pela Polícia Civil como: Wesdra Victor Galvão  de Souza, 29 anos, e Alan Schuller, 27.

De acordo com informações, as equipes da Polícia Civil ainda estão em diligências para localizar os dois suspeitos de envolvimento no crime. Até o momento, nenhum deles foi preso.

Câmeras de segurança do estabelecimento flagraram o crime. Duas mulheres ainda tentaram intervir nas agressões, mas não conseguiram. Após o crime, os dois saíram em um Gol preto e em um Onix prata. 

A Polícia Militar foi até o local e encontrou o soldado no chão. A esposa da vítima relatou que os dois estavam voltando para casa, quando pararam no local para usar o banheiro.

A mulher, que continuou no carro, estranhou a demora do policial, desceu do veículo e foi procurar o marido. Ela o encontrou caído no chão e foi informada por um funcionário de que dois bandidos o espancaram com socos e chutes.

Uma testemunha contou também que quando o soldado estava no banheiro, ele acabou se desentendendo com um dos bandidos e começou a pancadaria.

O soldado foi encaminhado para o Pronto-Socorro de Várzea Grande, mas quando chegou à unidade já estava morto.  



Imprimir

Comentários