NOVA MUTUM, 28 de Maio de 2024
icon weather 11 º 19 º
DÓLAR: R$ 5,17
Logomarca

POLÍTICA Sexta-feira, 09 de Novembro de 2018, 21:13 - A | A

09 de Novembro de 2018, 21h:13 - A | A

POLÍTICA / CIDADE

Nova Mutum: Alteração do código tributário é discutido entre executivo e legislativo

Assessoria
Nova Mutum
[email protected]



Nas últimas semanas, diversas reuniões tem ocorrido entre os Poderes Executivo e Legislativo para tratar sobre uma possível alteração no código tributário do Município.

A proposta de autoria do Executivo trata sobre readequações da tabela de cobranças de tributos Municipais e ainda não chegou a ser encaminhada como Projeto de Lei à Câmara Municipal. 

Baseado nas discussões, o Município deverá encaminhar para o Legislativo uma nova tabela de preços a ser cobrado do munícipe no que se refere a taxa obrigatória de lixo.

O assunto tem gerado preocupação por parte dos vereadores, tendo em vista que a cobrança poderá subir significativamente e onerar ainda mais os moradores e comerciantes. 

A taxa de lixo é cobrada junto com a conta de consumo de água e o serviço é executado pelo Saae – Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Nova Mutum, uma autarquia Municipal.

Outra alteração deverá ser quanto a forma de calcular o valor da taxa, que hoje é cobrado pela metragem da frente do lote e deverá ser pela média de peso que cada unidade consumidora produz. 

O presidente da Câmara Municipal, vereador Airton Pessi já adiantou que antes de ser votado qualquer aumento de taxa, o assunto deverá ser amplamente discutido, dando a devida visibilidade para que a comunidade saiba dos fatos.

“Podemos inclusive promover uma audiência pública para discutir esse assunto, dando mais confiança para os vereadores votarem a favor ou contra”, disse Quick. Outro assunto que está sendo discutido entre Prefeitura e Câmara referente ao código tributário é sobre o IPTU progressivo. Vereadores defendem que seja alterado a Lei de cobrança desse imposto, diminuindo os valores da tabela, que em alguns caso são considerados exorbitantes.



Comente esta notícia