NOVA MUTUM, 28 de Maio de 2024
icon weather 10 º 24 º
DÓLAR: R$ 5,15
Logomarca

POLÍTICA Quarta-feira, 17 de Outubro de 2018, 14:51 - A | A

17 de Outubro de 2018, 14h:51 - A | A

POLÍTICA / INFRAESTRUTURA

Nova Mutum: Quick pede que impostos oriundos de pedágio sejam aplicados na travessia urbana

Assessoria
Nova Mutum
[email protected]



O nosso município recebeu o repasse de R$ 1 milhão, no primeiro semestre de 2018. A praça de pedágio da Concessionária Rota do Oeste em funcionamento no perímetro urbano de Nova Mutum, proporciona uma arrecadação mensal aproximada de R$ 187.596,10, para os cofres do Poder Executivo Municipal.

Na 33ª Sessão Ordinária (15.10), o vereador Airton Pessi solicitou ao Gestor Municipal a necessidade de aplicar os recursos de arrecadação do ISS gerados pela Praça de Pedágio, na construção das agulhas de acesso e retornos da rodovia BR-163. O pedido foi oficiado por meio de da Indicação nº 202/2018.

Os dispositivos “agulhas” são pistas de mão única posicionadas a direita da rodovia e que dão acesso as perimetrais.

Esta é uma alternativa para que a mobilidade urbana nos acessos da cidade sejam restauradas e possam contribuir na melhoria do trânsito e principalmente solucionar os problemas com o deslocamento para os comércios que estão localizados as margens da rodovia, justificou o parlamentar. 

No último dia 28, o presidente da Casa, vereador Airton Pessi participou de uma importante reunião, em Cuiabá, no escritório da Concessionaria Rota do Oeste, que administra a Rodovia BR-163.

Foto: Assessoria

travessia Urbana

Durante a reunião, foi abordado sobre a necessidade de ser abertos mais acessos no sentido BR – Perimetral, em Nova Mutum. Além disso, foi solicitado mais um retorno na travessia urbana de Nova Mutum, nas próximas do frigorifico Excelência. As solicitações ainda estão sendo analisadas pela equipe técnica da Roda do Oeste e pela ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres). 



Álbum de fotos

Foto: Assessoria

Foto: Assessoria

Foto: Assessoria

Foto: Assessoria

Comente esta notícia