NOVA MUTUM, 18 de Maio de 2024
icon weather 16 º 22 º
DÓLAR: R$ 5,11
Logomarca

AGRONEGÓCIOS Sexta-feira, 06 de Julho de 2018, 04:08 - A | A

06 de Julho de 2018, 04h:08 - A | A

AGRONEGÓCIOS / AGRONEGÓCIO

Exportações em Nova Mutum registram redução de 17% de janeiro a maio

Assessoria
Nova Mutum
[email protected]



O ritmo de crescimento nas exportações que Nova Mutum registrava no primeiro trimestre do ano, cerca de 15% conforme Só Notícias mostrou, não se manteve no fechamento dos cinco primeiros meses de 2018. Dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços mostram que de janeiro a maio houve uma redução de 17,9% em relação ao mesmo período do ano passado. Neste ano, o valor de vendas é de U$ 276 milhões, ao passo que no ano passado era de U$ 336 milhões.

O volume de importação também caiu 17% e está em U$ 7,4 milhões, um valor pequeno que pouco mexe na balança comercial, que registra superávit de U$ 269 milhões. A redução, no entanto, não altera o ranking estadual, que mantém Nova Mutum como o quarto maior exportador de Mato Grosso.

A soja e seus derivados puxam a fila de produtos vendidos com 86% da fatia. O algodão aparece como segundo produto mais exportado, com 6,9%, seguido de perto pelo milho, com 6,4%, O restante das vendas é com carne. A importação, por outro lado, é toda de adubos e fertilizantes, que chega de Israel e da Rússia para o cultivo da lavoura.

O principal destino dos produtos de Nova Mutum, apesar da redução nas compras, continua sendo a China com 38% da participação. O Irã, que aumentou as compras em 247% aparece em segundo com 12% e a Tailândia, que reduziu as compras em 33%, é o terceiro parceiro comercial dos empresários mutuenses, comprando 10% dos seus produtos.



Comente esta notícia