NOVA MUTUM, 24 de Maio de 2024
icon weather 15 º 31 º
DÓLAR: R$ 5,14
Logomarca

MARLI VIEIRA Terça-feira, 07 de Agosto de 2018, 22:41 - A | A

07 de Agosto de 2018, 22h:41 - A | A

MARLI VIEIRA / MARLI VIEIRA

COLUNA: Que País você quer para o Futuro?

Marli Vieira
Nova Mutum
[email protected]



A pergunta é tão óbvia, que a resposta não seria diferente! Quero um país bom para se viver. Isso engloba tudo: sem corrupções, isso não estava acordado com ninguém, é ilegal, então por que acontece e temos que esperar para ver se será punido ou não, recursos e mais recursos, corrompeu/acabou, está fora, só isto basta!

Quem é Vossa Excelência (V.Exa.) em nosso país de acordo com a gramática que rege nossa língua? A reposta é: Altas Autoridades! V. Ex.ª - Vossa Excelência - Usado em tratamentos cerimoniosos e respeitosos a pessoas com alta autoridade, como o Presidente da República (no caso do Presidente da República, não deverá ser utilizada a forma abreviada do pronome de tratamento), Governadores, Prefeitos, Ministros, Senadores, Deputados (Os pronomes  de tratamento representam uma forma indireta de nos dirigirmos aos nossos interlocutores. Ao tratarmos um deputado por Vossa Excelência, por exemplo, estamos nos endereçando a excelência que esse deputado supostamente tem para poder ocupar o cargo que ocupa), Embaixadores, Representantes dos Três Poderes: Exército, Aeronáutica e Marinha, etc..

Vereadores e Presidentes de Câmaras municipais: Vossa Excelência ou Vossa Senhoria? Aqui que considero interessante: Nossa língua portuguesa! O pronome de tratamento a ser utilizado junto aos Vereadores é Vossa Senhoria, e ao Presidente da Câmara V.Exa., Juízes também são Vossa Senhoria, e só são doutores se possuírem doutorado, mas no Manual da Presidência criado em desacordo com as Regras da Gramatica da Língua Portuguesa, encontra-se muitas disparidades, veja que interessante como a politica por momentos torna-se superior a própria Língua, isso faz com que em nosso pais haja uma discordância até entre os tratamentos, e onde num vestibular ou ENEM se o aluno estiver certo ao responder de acordo com a Gramática pode ser considerado certo de acordo com quem  formulou as perguntas e respostas, se no entender dessa pessoa, ou grupo de pessoas, melhor dizendo, considerar o Manual de Redação da Presidência da Presidência, o aluno estará certo, mas será considerado errado. Estranho! Como sanar esta duvida que pode afetar muitos participantes?

 São tantas ambiguidades e contrariedades que mesmo um especialista em língua portuguesa pode discordar de outro, o que não deveria acontecer, e acontece devido ao desrespeito aos padrões da Língua, que deveria ser chamada de Língua Brasileira, afinal estamos no Brasil e não em Portugal, notou a ambiguidade disso?

O exemplo disso tem o caso de Dr., quem é doutor? Aquele que fez doutorado! (Em 1827 D. Pedro I conferiu o título de Bacharel aos Médicos e de Doutor aos que se Especializassem em Áreas). Quem não o fez deve usar Médico: Clinico Geral, Ginecologista, Psiquiatra, Dentista, Odontólogo, Promotor, Delegado, Advogado, Juiz etc.; e deve ser tratado por Senhor, e em documentos oficiais por Vossa Senhoria, assim como o Professor, em documentos seu tratamento é Vossa Senhoria, mas por um respeito que temos aos profissionais que nos atendem que veio com a tradição de séculos de desconhecimento de regras ou com a imposição da importância do cargo, chamamos a todos de doutor, menos o Professor, e isso em nada nos afeta como pessoas, pelo contrário, mostra nosso respeito. Mas diante de discussões a respeito do assunto que vem desde início do século XX (vinte) e já estamos no século XXI (21), pronomes de tratamentos usados inadequadamente pode colocar o cidadão em estado de submissão, pois a Língua não é ingênua, e em tudo há uma intenção, algumas de simplicidade ou costume como citei acima, mas muitas para impor-se sobre o outro.

Código de Ética Médica E Legislação dos Conselhos de Medicina: Art. 115. Anunciar títulos científicos que não possa comprovar e especialidade ou área de atuação para a qual não esteja qualificado e registrado no Conselho Regional de Medicina; 52 Código de Ética Médica e Legislação dos Conselhos de Medicina IV – Legislação dos Conselhos de Medicina: Art. 20. Todo aquele que mediante anúncios, placas, cartões ou outros meios quaisquer, se propuserem ao exercício da Medicina, em qualquer dos ramos ou especialidades, fica sujeito às penalidades aplicáveis ao exercício ilegal da profissão, se não estiver devidamente registrado. http://www.cremerj.org.br/publicacoes/download/167 (As pessoas no Brasil leem pouco e por isso são tratadas de formas degradantes em grandes centros e muitos outros lugares nesse Brasil de meu Deus).

É errado chamar médico ou advogado de doutor: Não. Mas também não é correto. Segundo os dicionários modernos, você pode chamar de “doutor” qualquer um que tenha concluído um doutorado, seja a pessoa formada em agronomia, seja em zootecnia. O costume de chamar advogado e médico de “doutor“, mesmo aqueles sem doutorado, vem do Brasil colônia, pois na época a maioria dos jovens ricos que estudavam fora cursava medicina ou direito. Além disso, em 1827, dom Pedro 1º decretou que aquele que concluísse os cursos de ciências jurídicas e sociais no Brasil deveria ser tratado como “doutor“. O decreto caiu em desuso com o tempo, e hoje vale a regra do dicionário. Já os médicos continuam sendo chamados assim por tradição – reforçada por boa parte da própria classe médica, que usa o termo em cartões de visita, placas de identificação e perfis nas redes sociais, por exemplo. https://super.abril.com.br/mundo-estranho/e-errado-chamar-medico-e-advogado-de-doutor/

Patentes acadêmicas, Entenda o significado de alguns títulos:

Bacharel
No Brasil, o bacharelado é concedido a quem concluiu o ensino superior e é válido na maior parte dos cursos de graduação, como engenharia, letras, direito, economia, medicina e comunicação, entre outros. Bacharéis podem praticar a profissão, mas não lecionar sua disciplina na academia.

Licenciatura
É outra forma de concluir a graduação, mas essa capacita o estudante a trabalhar como professor na academia. Embora um licenciado já possa dar aulas em curso superior, é improvável que ele seja contratado por uma universidade sem dar sequência à carreira acadêmica, com cursos de especialização, mestrado, doutorado e pós-doutorado.

Mestrado
No Brasil é um curso de pós-graduação que possui entre dois e cinco anos de duração e que concede o título de mestre. No final do curso, o mestrando deve apresentar uma tese de dissertação a respeito de um tema de sua escolha e defendê-la diante de uma banca composta de professores doutores da universidade.

Doutorado
Assim como o mestrado, capacita o acadêmico a desenvolver estudos e pesquisas mais abrangentes sobre o campo científico que escolheu em sua graduação. Os critérios para entrar e concluir o doutorado costumam ser mais exigentes do que os do mestrado.

Ph.D.
O termo tem origem do latim Philosophiae Doctor, ou “doutor em filosofia”. Mas essa nomenclatura é comum nas universidades anglos saxônicas, já que no Brasil o título é equivalente ao de doutor. Os requisitos variam em cada país, mas, de qualquer jeito, é necessário ter um excelente currículo acadêmico e um histórico de publicações em revistas científicas.

MBA
“Master in Business Administration”, ou “mestre em administração de negócios”, é um curso de especialização em administração de empresas. Diferentemente das outras pós-graduações, o MBA pode ser feito por estudantes graduados em qualquer área.

E o Brasil que eu quero:

“O Brasil que eu quero é aquele em que todos tenham realmente acesso a cultura, saibam ler, falar e escrever corretamente. Isso já traria uma mudança radical no pensamento e na conduta de toda a população para melhorias em todos os setores, conhecimento também é poder, talvez por isso nossa Educação tenha tido mais acesso, menos analfabetismo, mas também menos qualidade, menos pensamento crítico, menos formas de expressar o que discorda, há uma vontade, mas muitos não sabem por onde começar, isto é imposição a uma Educação de menor qualidade e maior submissão de um povo”.

E AS ELEIÇÕES PRA PRESIDENTE E GOVERNADOR VEM AI, PRESTA ATENÇÃO NA VIDA DESSES CANDIDATOS, O QUE FORAM TRARÃO PRA VOCE AGORA!

Prof.ª Marli Vieira

Licenciatura Plena em Língua Portuguesa, Língua Inglesa, Literatura Brasileira, Literatura Portuguesa, Literatura Inglesa, Literatura Norte Americana;

Especialização em Língua Portuguesa / Linguística e Gestão Escolar.



Comente esta notícia

Francisco P. Greter 08/08/2018

Um artigo profundo, esclarecedor! Parabéns!

positivo
0
negativo
0

1 comentários

1 de 1