NOVA MUTUM, 16 de Junho de 2024
icon weather 21 º 32 º
DÓLAR: R$ 5,38
Logomarca

GERAL Quinta-feira, 09 de Dezembro de 2021, 00:48 - A | A

09 de Dezembro de 2021, 00h:48 - A | A

GERAL / ENERGIA ELÉTRICA

Acenm/CDL entrega 4 demandas a coordenadores da Energisa

Associação participou de reunião na Câmara Municipal, entre lideranças locais de diversos setores e representantes da companhia elétrica

Tiago Franz | Assessoria Acenm/CDL
Nova Mutum-MT



O gerente executivo da Acenm/CDL, Rodrigo Rigoni, representou a entidade em uma reunião realizada nesta segunda-feira (6), na Câmara Municipal de Nova Mutum, onde membros do Legislativo e do Executivo municipal, juntamente com lideranças de diversos setores, receberam coordenados da concessionária de energia elétrica, a Energisa-MT a fim de discutir soluções para os problemas recorrentes nos serviços prestados pela empresa.O gerente executivo da Acenm/CDL, Rodrigo Rigoni, representou a entidade em uma reunião realizada nesta segunda-feira (6), na Câmara Municipal de Nova Mutum, onde membros do Legislativo e do Executivo municipal, juntamente com lideranças de diversos setores, receberam coordenados da concessionária de energia elétrica, a Energisa-MT a fim de discutir soluções para os problemas recorrentes nos serviços prestados pela empresa.

Na ocasião, a Acenm/CDL formalizou a entrega de um ofício à Energisa-MT, onde apresenta quatro demandas da classe empresarial mutuense relacionadas ao serviço de energia elétrica. São elas:

1. A reativação da agência da Energisa em Nova Mutum (hoje há apenas um posto de atendimento);
2. Prevenir as constantes oscilações de energia em alguns pontos do comércio;
3. Realizar manutenções fora de horário comercial, principalmente aos sábados de manhã;
4. Realizar algum estudo de dimensionamento ou uma melhor orientação antes de uma empresa se instalar.

As reclamações expostas na reunião pelas diversas lideranças incluem a depreciação da rede elétrica, oscilações e falta de energia tanto na área rural quanto urbana, destacando setores essenciais como hospital e laboratórios de saúde; falta de assistência técnica e a dificuldade de contato para o atendimento.

Foto: Assessoria

Acenm/CDL entrega 4 demandas a coordenadores da Energisa

 

“Essas oscilações e quedas têm gerado prejuízos a diversos segmentos empresariais. O custo de manter geradores ligados durante essas quedas é alto, e nem todos dispõem de estrutura para isso. Precisamos de mais investimentos, mais celeridade e atenção da parte técnica da Energisa”, explica Rigoni.

A presidente da OAB Nova Mutum, Patrícia Tieppo Rossi, manifestou que a empresa Energisa vem sofrendo multas, perdendo liminares e mesmo assim não há o cumprimento por parte da concessionária. Por sua vez, os representantes da instituição enfatizaram que estão trabalhando para responder às notificações jurídicas e que buscam atender e satisfazer as necessidades dos clientes.

Os coordenadores ainda se prontificaram que a empresa vai trabalhar para atender de imediato boa parte das demandas. Citaram também que irão realizar um trabalho minucioso de identificação dos pontos críticos e que já foi solicitada equipe de Cuiabá e Pontes e Lacerda, para atender as demandas do município.

Para garantir o atendimento nas solicitações apresentadas, ficou agendada uma nova reunião, entre os vereadores e representantes da Energisa, em fevereiro, de 2022, para o levantamento das ações realizadas pela concessionária em Nova Mutum, na solução dos problemas.

“Foi uma reunião bastante produtiva, com a presença de lideranças dos diversos setores de nossa comunidade afetados pela falta de qualidade nos serviço prestado. A empresa se comprometeu e realizar ações para resolver os problemas e nós vamos acompanhar para que de fato as melhorias ocorram. Já firmamos uma data para uma nova reunião, no início do ano que vem, visando justamente fazer um levantamento das demandas atendidas”, declarou Altair Albuquerque, presidente da Câmara de Nova Mutum.

Foto: Assessoria

Acenm/CDL entrega 4 demandas a coordenadores da Energisa


Comente esta notícia