NOVA MUTUM, 24 de Junho de 2024
icon weather 20 º 32 º
DÓLAR: R$ 5,39
Logomarca

GERAL Terça-feira, 04 de Abril de 2017, 03:30 - A | A

04 de Abril de 2017, 03h:30 - A | A

GERAL /

Nova Mutum: Câmara aprova projeto que beneficia a APAE em sessão ordinária nesta segunda-feira



Os vereadores de Nova Mutum se reuniram na noite desta segunda-feira (03), onde aprovaram em segunda votação o Projeto de Lei de autoria do Legislativo Municipal de número 003/2017, que conforme a súmula, Autoriza o Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), a receber na fatura de água, doações destinadas à Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE).

Segundo o vereador Alexandre Tavares (DEM), a partir desta aprovação o projeto vai para o executivo, se o mesmo sancionar será de grande importância pois visa somar com os trabalhos prestados pelos mais diversos profissionais que hoje atende os alunos especiais.

“Como é uma ação voluntária, o cidadão poderá optar ou não por contribuir com a entidade, com valores acima de R$ 2, que será incluso na conta de água, e esse recurso será repassado diretamente a APAE” disse o vereador.

Durante a sessão foi lido um ofício que será protocolado junto ao Ministério Público Federal (MPF), onde a Câmara de vereadores e comerciantes, por meio de um Abaixo-assinado buscam uma solução diante dos impasses que vem ocorrendo com as travessias urbanas da BR-163, tendo em vista que a obra em curso, vem resultando em prejuízos para a classe.

O presidente da Câmara, Airton Pessi o Quick (PSDB), afirmou que o requerente deste grande Abaixo-assinado é da Câmara Municipal atendendo a cobrança dos comerciantes do município que fazem parte de uma comissão que foi formada no ano passado para discutir a solução do problema, assim que houve o fechamento das principais rotatórias que existiam e foram extintas após a execução da obra.

“O fechamento dessas agulhas está prejudicando e muitos os comerciantes ao entorno da BR-163, pois dificulta pessoas de outras cidades chegarem a Nova Mutum, cito os grandes prejudicados, os hotéis, postos de combustíveis e vários outros. Então existe uma necessidade urgente para que seja feito alguma coisa para solucionar este grande problema”, disse Quick.

O presidente ainda ressaltou que ele, e o vereador Lucas Badan (PSC), e alguns representes do executivo, e vários comerciantes, fazem parte desta comissão, e lamentou que todo o esforço concentrado até aqui não surtiu em nenhum efeito positivo.

“Nós vamos fazer esse documento, para que chegue ao Ministério Público Federal, para que eles tomem as devidas providencias, pois o MPF tem o direito e o dever de defender o cidadão, na qual com certeza, vários acidentes e prejuízos vão serem sanados com algumas medidas simples que poderão ser tomadas”, concluiu o vereador.

Fonte:DiarioNorte



Comente esta notícia