NOVA MUTUM, 13 de Junho de 2024
icon weather 19 º 36 º
DÓLAR: R$ 5,37
Logomarca

GERAL Quinta-feira, 20 de Julho de 2017, 02:45 - A | A

20 de Julho de 2017, 02h:45 - A | A

GERAL /

Nova Mutum: Deficiente auditivo é preso pela PM por tentativa de homicídio e furto a residência



A Policia Militar prendeu no final da tarde desta quarta-feira (19), por volta das 19h30, um homem, deficiente auditivo, suspeito de furtar uma residência e tentar com a vida de dois rapazes, na Rua das Primaveras, bairro Alto da Colina I, em Nova Mutum.

Segundo relato de uma das vitimas, ele teria ido à residência de um amigo que trabalha em uma fazenda, ver como estava à residência, ao chegar à casa do amigo, se deparou com um homem no interior da residência, a casa estava toda revirada, e faltava vários objetos.

A vitima contatou o amigo, proprietário da residência, que se encontrava em uma fazenda e informou do fato. O mesmo veio até à cidade em busca do suspeito, que é deficiente auditivo.

O Suspeito havia escrito a vitima, que havia subtraído alguns pertences e vendido. Após bate boca com a vitima, o mesmo se exaltou e em posse de uma arma branca deferiu um golpe de faca no abdômen da vitima, amigo do proprietário da casa, que se esquivou e não foi perfurado.

Após tentar com a vida da vitima, o suspeito empreendeu fuga e o proprietário da residência tentou segui-lo para ver se localizava algo. Nas proximidades de um posto de combustível, o suspeito em posse de uma arma branca, deferiu golpes de faca no proprietário da residência, que conseguiu desviar e saiu correndo.

A Policia Militar foi acionada e abordou o suspeito, no momento em que a PM chegou, o mesmo estava em posse de uma arma branca, como o suspeito é deficiente auditivo, o mesmo não obedeceu a ordem de abordagem, e foi necessário uma ação rápida por parte dos policiais para desarmar o suspeito e domina-lo.

O mesmo foi detido e conduzido até a Delegacia Judiciária Civil, que tomara as devidas providências. Segundo a PM, o suspeito já possui varias passagens pela Polícia.



Comente esta notícia