NOVA MUTUM, 24 de Maio de 2024
icon weather 15 º 23 º
DÓLAR: R$ 5,15
Logomarca

GERAL Sábado, 24 de Novembro de 2018, 14:10 - A | A

24 de Novembro de 2018, 14h:10 - A | A

GERAL / ECONOMIA

Nova Mutum gera mais empregos pelo segundo mês seguido; indústria de transformação lidera

Só Notícias
Nova Mutum
[email protected]



O município de Nova Mutum gerou pelo segundo mês seguindo mais empregos com carteiras assinadas. Segundo consta no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), juntas, empresas e indústrias criaram 81 novas vagas, resultado de 699 contrações e 618 demissões. Em setembro, o resultado também foi positivo e houve 128 contrações de trabalhadores.

No mês passado, a indústria de transformação liderou a contratação de funcionários. Foram 58 pessoas empregadas a mais, resultado de 161 admissões e 103 demissões. O comércio criou 20 vagas a mais, saldo de 213 contratações e 193 desligamentos.

O terceiro melhor desempenho foi do setor do serviços com 14 funcionários a mais, resultado 140 admissões e 126 desligamentos. Na sequência, aparece a construção civil com 5 vagas a mais, com saldo de 58 contratações e 53 desligamentos.

O setor agropecuário foi o que mais mandou funcionário embora no mês passado. Foram encerradas 14 vagas, resultado de 139 demissões e 125 contrações. Os setores de extração mineral e serviço industrial de utilidade pública encerraram uma vaga cada. Já a administração pública não contratou ninguém.

Nos últimos 12 meses, Nova Mutum abriu 1.044 empregos a mais, resultado de 7.775 admissões e 6.731 desligamentos. De janeiro a outubro, ocorreram 8.826 formalizações e 8.112 rescisões, resultado em 714 vagas a mais.

Sinop gerou mais empregos pelo 7º mês seguido impulsionado pelo comércio. Em outubro, foram 219 pessoas empregadas a mais, saldo de 1.970 contratações e 1.751 demissões de todos os segmentos da economia local.

Cuiabá gerou mais empregos com carteiras assinadas pelo quarto mês consecutivo. De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, as empresa e indústrias de Cuiabá geraram 866 vagas a mais, resultado de 7.144 contrações de 6.278 demissões. Os meses de setembro e agosto também tiveram saldo positivo com 875 e 865 vagas a mais, respectivamente.

A geração de empregos também foi positiva pelo sexto mês consecutivo em Mato Grosso. No mês passado, foram criadas 1.895 vagas. Juntas, indústrias e empresas contrataram 32 mil pessoas e demitiram 30.105. Mesmo positivo, o resultado de outubro foi menor em relação a setembro quando foram geradas 3.986 novas vagas com carteiras assinadas (2.090 a menos).



Comente esta notícia