NOVA MUTUM, 20 de Julho de 2024
icon weather 18 º 35 º
DÓLAR: R$ 5,60
Logomarca

GERAL Segunda-feira, 23 de Agosto de 2021, 16:29 - A | A

23 de Agosto de 2021, 16h:29 - A | A

GERAL / ECONOMIA

Prefeito de Nova Mutum participa de movimento que viabiliza Ferrogrão

GCOM - Nova Mutum
Nova Mutum-MT



A chegada das ferrovias à região norte do estado de Mato Grosso ganharam novo estímulo após o evento “Ferrogrão, Somos a Força do Brasil”, que contou com a presença do Ministro dos Transportes Tarcísio Gomes de Freitas, em Sinop, no último sábado (21).

Apoiador dos trilhos e do movimento que luta pelo modal ferroviário, o prefeito de Nova Mutum, Leandro Félix esteve presente no evento.

“A Ferrogrão é mais uma importante ferrovia que vai ligar o norte do Estado à Miritituba no Pará, apoiamos essa iniciativa do Ministro Tarcísio e tenho plena convicção que os entraves serão superados e tão logo esse trecho possa ser leiloado” - destacou o prefeito Leandro.

Segundo o Ministro Tarcísio, o projeto está na fase de licenciamento ambiental. Ele enfatizou a importância desse trabalho prevendo o cenário de aumento nas exportações de soja e milho nos portos da Arco Norte. “Esse projeto tem o propósito de transformar a logística em conformidade com a preservação ambiental. A ferrovia vai retirar um milhão de toneladas por ano de CO2 (dióxido de carbono) dos céus do Brasil e agir como uma barreira verde para mitigar o desmatamento”, ressaltou.

Segundo o Governo Federal, a Ferrogrão terá capacidade para transportar 42 milhões de toneladas inicialmente em 933 km de extensão. A ferrovia terá alta condição de transporte e competitividade no escoamento da produção pelo Arco Norte, papel esse que, hoje, é desempenhado pela rodovia BR-163.

Também participaram do evento o presidente da Câmara de Vereadores de Nova Mutum, vereador Altair Albuquerque, o chefe de Gabinete Municipal Edinaldo Nogueira, os vereadores Maciel Souza, lider de Governo na Câmara e o vereador Osmar Isoton.

Ferrovia Estadual

O Governo de Mato Grosso está com o chamamento público em aberto para contratar a empresa que deve atuar na extensão da Ferronorte, de Rondonópolis, passando por Nova Mutum e chegando a Lucas do Rio Verde. Essa será a primeira ferrovia estadual no país. “Já temos uma empresa interessada que se apresentou ao Governo. Nós temos que cumprir esse prazo previsto no edital de 45 dias. Caso apareça mais um interessado, haverá tempo hábil para resolver qual a melhor proposta que atenda ao interesse público”, destacou Mauro Mendes.



Álbum de fotos

Foto: Kacio Henrique

Foto: Kacio Henrique

Foto: Kacio Henrique

Foto: Kacio Henrique

Foto: Kacio Henrique

Foto: Kacio Henrique

Foto: Kacio Henrique

Foto: Kacio Henrique

Foto: Kacio Henrique

Foto: Kacio Henrique

Foto: Kacio Henrique

Comente esta notícia