NOVA MUTUM, 24 de Junho de 2024
icon weather 21 º 32 º
DÓLAR: R$ 5,39
Logomarca

GERAL Quinta-feira, 27 de Abril de 2017, 05:49 - A | A

27 de Abril de 2017, 05h:49 - A | A

GERAL /

Servidores dos Correios iniciam greve hoje contra demissões e privatização



Os trabalhadores dos Correios entrarão em greve, a partir desta quinta-feira (27), em Mato Grosso, por tempo indeterminado. A paralisação havia sido decidida no último dia 20, em assembleia geral da categoria, e se dá em protesto contra as ameaças de privatização, fechamento de agências, não abertura de concurso público, déficit de funcionários e demissões.

“A greve não é por salários, apesar da nossa remuneração ser a mais baixa das estatais. Os Correios estão sendo sucateados há alguns anos. Não há concurso e nem contratações. A qualidade do serviço caiu muito. Isso tudo faz parte de um processo tocado pelos últimos governos para que a empresa perca credibilidade e se crie um senso comum na população de que a melhor saída é a privatização”, explicou, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Correios de Mato Grosso, Edimar Leite.

De acordo com o sindicalista, há um déficit de funcionários no Estado, o que sobrecarrega os demais servidores. “Faltam 400 carteiros e 120 atendentes. Também sofremos a retirada de alguns direitos, como, por exemplo, a suspensão das férias por um ano, por motivo de contenção de gastos. Agora, a empresa também está querendo cortar o plano de saúde. Isso é proposital e acontece em nível nacional. Brigamos para que a empresa não seja privatizada, pois, se isso ocorrer, perdemos nós e a população”.

Conforme Edimar, as 147 agências no Estado abrirão em horário normal. No entanto, o atendimento será reduzido, uma vez que apenas 30% dos trabalhadores continuarão as atividades. No total, os Correios têm, em Mato Grosso, 1,6 mil funcionários.

Fonte:SoNoticias



Comente esta notícia