NOVA MUTUM, 28 de Maio de 2024
icon weather 10 º 24 º
DÓLAR: R$ 5,15
Logomarca

GERAL Terça-feira, 04 de Setembro de 2018, 14:26 - A | A

04 de Setembro de 2018, 14h:26 - A | A

GERAL / ECONOMIA

Sicredi Ouro Verde e órgãos públicos de Nova Mutum firmam parceria para impulsionar desenvolvimento local

A partir de agora, prefeituras e outros órgãos municipais podem movimentar recursos junto às instituições financeiras cooperativas, beneficiando diretamente a região.

Assessoria
Nova Mutum
[email protected]



A Sicredi Ouro Verde MT, a Prefeitura e a Câmara de Nova Mutum assinaram protocolo de intenções para o início do relacionamento da cooperativa com os órgãos públicos municipais. O acordo foi celebrado durante a Assembleia Geral Extraordinária da cooperativa, realizada na sexta-feira, 31, em Cuiabá, com a presença dos coordenadores de núcleo – representantes dos associados – e de autoridades de 10 municípios em que a Sicredi Ouro Verde MT está presente.

O relacionamento das instituições financeiras cooperativas com os órgãos públicos municipais está amparado na Lei Complementar (LC) 161/2018, publicada em janeiro deste ano e regulamentada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) em 26 de abril, por meio da resolução 4.659/2018. Solicitação antiga do setor cooperativista, a Lei quebrou um grande paradigma que era a não atuação das instituições financeiras cooperativas junto às pessoas jurídicas de direito público. Anteriormente, esta atuação era restrita aos bancos públicos.

Com os recursos das prefeituras depositados nas cooperativas do Sicredi, o dinheiro ficará na região, o que beneficiará diretamente os municípios e contribuirá para o desenvolvimento local, conforme destaca o presidente da Sicredi Ouro Verde MT, Eledir Pedro Techio. “É a consolidação de um trabalho que iniciou há vários anos e que agora, com a aprovação dos nossos coordenadores, em assembleia, temos esta autorização tão esperada, para que as prefeituras possam movimentar a conta nas cooperativas de crédito. É uma decisão muito importante porque nós vamos fazer com que o recurso gerado nos municípios fique nesta região para poder gerar ainda mais riqueza. Com isso, nós teremos mais recursos para poder emprestar para a população e consequentemente contribuir para o desenvolvimento das comunidades”, salienta.

Na avaliação de João Carlos Spenthof, presidente da Central Sicredi Centro Norte, que abrange os estados de Mato Grosso, Pará, Rondônia e Acre, com o atendimento às prefeituras e outros órgãos municipais, toda a comunidade será beneficiada pela atuação do Sicredi. “Ao captarmos recursos destes órgãos, conseguimos trazer como contrapartida recursos para o desenvolvimento dos municípios, criando um verdadeiro círculo virtuoso. O diferencial do Sicredi é que todo recurso captado pela cooperativa fica no município, não vai embora. O Sicredi não tem o objetivo do lucro, e mesmo assim, quando há um resultado positivo, o associado participa deste resultado, o que agrega renda e melhora a qualidade de vida dos associados e das comunidades”, destaca.

Lembrando a evolução das instituições financeiras cooperativas da região desde a criação das Credis em Nova Mutum e em Lucas do Rio Verde, no início da década de 90, o prefeito de Nova Mutum, Adriano Pivetta, reforça que esta é mais uma conquista valiosa para o município. “Algo que cresce sozinho não é bom, mas tudo que cresce de forma equilibrada é destinada ao sucesso. E com o Sicredi é assim. Mesmo os que não são associados serão beneficiados com este movimento gerado dentro do município. Nós estamos muito felizes de agora podemos trabalhar com uma instituição que é da comunidade, e que busca o melhor para a nossa cidade”, afirma.

Ao iniciar o atendimento às prefeituras e seus servidores municipais, o Sicredi poderá fortalecer a sua atuação nos municípios em que já atua e também em outras regiões do Estado. Atualmente, o Sicredi está presente em 109 cidades mato-grossenses, com um total de 138 agências, e em 33 cidades do Estado é a única instituição financeira presente para atender à população, como é o caso de Acorizal, município da área de atuação da Sicredi Ouro Verde. Nestes municípios, a nova legislação influencia diretamente na rotina dos órgãos públicos municipais, já que antes os gestores eram obrigados a se deslocar a outros municípios para realizar suas operações financeiras.



Álbum de fotos

Foto: Fernando Martin

Foto: Fernando Martin

Foto: Fernando Martin

Foto: Fernando Martin

Foto: Fernando Martin

Foto: Fernando Martin

Foto: Fernando Martin

Foto: Fernando Martin

Foto: Fernando Martin

Foto: Fernando Martin

Comente esta notícia