NOVA MUTUM, 18 de Maio de 2024
icon weather 16 º 22 º
DÓLAR: R$ 5,11
Logomarca

GERAL Segunda-feira, 04 de Junho de 2018, 21:54 - A | A

04 de Junho de 2018, 21h:54 - A | A

GERAL / RODOVIAS

Trecho sob concessão da BR-163 tem zero acidentes com mortes no feriado

Rota do Oeste registrou queda de 14% no índice de vítimas de acidentes

Assessoria



Pela segunda vez consecutiva em 2018, um feriado prolongado foi encerrado sem mortes no trecho de 850,9km sob concessão da BR-163, em Mato Grosso. O período considerado pela Rota do Oeste compreende de 30 de maio a 3 de junho. Nestes dias, a Concessionária registrou também mais de 500 atendimentos, entre ocorrências provenientes de acidentes e apoio mecânico a usuários. Anterior ao feriado de Corpus Christi, o Dia do Trabalho (1º de maio), também foi finalizado sem óbitos na BR-163.

O diretor de Operações da Rota do Oeste, Fernando Milléo, avalia como positivo o resultado do feriado, principalmente, por ter sido registrado durante o ‘Maio Amarelo’, mês da campanha nacional aderida pela Concessionária que visa a redução no número de acidentes. Para Milléo, outro dado importante é quanto à queda de 14% no número de vítimas de acidentes, demonstrando que a gravidade das ocorrências registradas vem diminuindo.

“O dia com o maior número de acidentes foi também a data em que o fluxo na BR-163 foi mais intenso, na sexta-feira (1º). Isto só reforça o alerta que sempre fazemos aos usuários para que redobrem a atenção nos dias de maior trafegabilidade”, destaca o diretor de Operações.

Neste ano, o fluxo de veículos na BR-163 durante o feriado sofreu alterações devido às paralisações de caminhoneiros. Apesar da desmobilização dos 12 pontos de manifestações ao longo do trecho concessionado, coordenada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), alguns usuários deixaram de viajar por receio e até falta de combustível. “A média de veículos percorrendo a BR-163 vem sendo retomada aos poucos. Notamos um crescimento no final de semana, quando muitas pessoas já tinham conseguido garantir o abastecimento de veículos, por exemplo”, disse Milléo.

Em relação ao número de atendimentos mecânicos ao usuário da rodovia, a Rota do Oeste contabilizou redução de 25%. Os atendimentos clínicos também registraram queda, de 50 no ano passado para 34 em 2018. No feriado de Corpus Christi de 2017, foram 30 acidentes, com 22 vítimas, sendo 2 óbitos.



Comente esta notícia