NOVA MUTUM, 23 de Julho de 2024
icon weather 20 º 33 º
DÓLAR: R$ 5,59
Logomarca

POLÍCIA Quinta-feira, 11 de Fevereiro de 2021, 15:15 - A | A

11 de Fevereiro de 2021, 15h:15 - A | A

POLÍCIA / POLÍCIA

Acusada de provocar confusão no Shopping 3 Américas já pediu para transar com policial

Em agosto do ano passado, a mulher foi presa acusada de tentar matar o marido com uma faca. À época ela tentou convencer o escrivão a fazer sexo.

João Aguiar/RepórterMT
Cuiabá-MT



A mulher de 46 anos, presa na noite de quarta-feira (10) após uma confusão no Shopping 3 Américas, já havia sido detida em agosto de 2020, após ameaçar matar o marido com uma faca, na residência do casal, no bairro Jardim Califórnia, em Cuiabá.

Na ocasião, de acordo com o escrivão da Polícia Militar, a agressora tentou fazer convencê-lo a fazer sexo em troca da liberdade.

Segundo a Polícia Militar, à época, os policiais foram até a residência após o marido acionar uma viatura dizendo que sua esposa estava com uma faca em mãos querendo matá-lo.

No local, os militares encontraram a mulher com a faca e o homem, o seu marido, trancado em um dos quartos da casa. Ele contou que os dois estavam dormindo em quartos separados, e ele discutiu com sua esposa por conta do ar-condicionado.

Durante a briga, a mulher ainda deu várias facadas na porta para amedrontar o homem, que acionou a PM.

Diante disso, a mulher recebeu voz de prisão e foi encaminhada para a Central de Flagrante. Na ocasião, de acordo com o escrivão da Polícia Militar, a agressora teria se oferecido sexualmente para não ser presa.

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.  



Comente esta notícia