NOVA MUTUM, 03 de Julho de 2022
icon weather 20 º 31 º
DÓLAR: R$ 5,33
Logomarca

POLÍCIA Quarta-feira, 11 de Maio de 2022, 11:56 - A | A

LENÇOL NO PESCOÇO

Acusado de assassinar a sogra a tiros é achado morto na cadeia

Ronair Alves de Oliveira, 19 anos, foi encontrado morto dentro de um dos banheiros da Penitenciária Mata Grande, em Rondonópolis.

João Aguiar/RepórterMT

Foto: Arquivo Pessoal

image

Ronair Alves de Oliveira, 19 anos, foi encontrado morto na manhã desta quarta-feira (11), dentro de um dos banheiros da Penitenciária Mata Grande, em Rondonópolis (212 km de Cuiabá). Ele foi preso na noite de domingo (08), após matar sua sogra a tiros, em Poxoréo.

Segundo a Secretaria de Estado de Segurança Pública, Ronair estava com um lençol amarrado no pescoço e foi encontrado já morto.

A Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) foi acionada ao presídio e vai apurar o caso.

Ronair é acusado de matar Luzia Aparecida Fernandes, em Poxoréo (251 km da Capital). O crime foi registrado na noite de domingo.

A filha de Luzia relatou à Polícia Civil que a mãe e seu namorado discutiram várias vezes durante o dia, em outro lugar onde estavam. Na ocasião, Ronair puxou o cabelo da namorada. Luzia não gostou e reclamou com ele.

 

À noite, a mulher foi até o bar onde Ronair estava e os dois começaram a discutir novamente. Então, ele saiu do local e retornou de jaqueta, com uma arma no bolso. O homem fez vários disparos contra a vítima e logo depois fugiu do local.

Os policiais fizeram buscas pela região e o encontraram escondido em uma fazenda. A proprietária disse que ele chegou pedindo para dormir no local, alegando que havia brigado com a namorada.

Ronair foi encontrado pelos agentes dormindo no sofá da sala. O bandido foi preso em flagrante e encaminhado para a delegacia da cidade, onde foi interrogado e autuado por feminicídio.



Comente esta notícia