NOVA MUTUM, 24 de Maio de 2024
icon weather 15 º 22 º
DÓLAR: R$ 5,14
Logomarca

POLÍCIA Quarta-feira, 20 de Junho de 2018, 00:45 - A | A

20 de Junho de 2018, 00h:45 - A | A

POLÍCIA / POLÍCIA

Jovem de 23 anos é detido por atentado ao pudor em fila de Lotérica em Nova Mutum

Redação/Djeferson Kronbauer
Nova Mutum
[email protected]



A Polícia Militar prendeu na tarde da ultima segunda-feira (18), um jovem de 23 anos suspeito de abusar de mulheres na fila de uma Lotérica em Nova Mutum.

Segundo informações obtidas pelo site Power Mix, a PM recebeu uma ligação via 190, aonde o solicitante relatou que havia um suspeito em frente à Lotérica, que já vinha a alguns dias frequentando o local, e que o mesmo apresentava estar com suas genitais para fora, aparentando estar se masturbando, e quando o mesmo avistava uma mulher entrando na fila da Lotérica, ele logo em seguida entrava atrás e começava a passar seu órgão genital nas mesmas, o solicitante também relatou que o individuo ficava com o capacete no braço, a todo o momento ficava com as mãos em seu órgão genital, e que o mesmo se encontrava novamente no local, em cima de uma motocicleta de cor vermelha.

A equipe de Moto Patrulhamento da Polícia Militar que realizava rondas pela região, foi comunicada e rapidamente se deslocou até o local, chegando lá, se deparou com o suspeito em cima da motocicleta, o mesmo foi abordado e conduzido até a Delegacia Judiciária Civil, para as devidas providências.

Em sua defesa o jovem R.B.S, 23 anos, disse que nunca colocou sua genitália para fora da roupa na lotérica, e que se fosse verificado nas câmeras de segurança no local, seria possível comprovar seu inocência. O mesmo ainda disse que na sexta-feira (15), teria ido até a lotérica para pagar uma conta de celular, e na ocasião um rapaz gritou para que ele parasse de se esfregar na mulher que estava a sua frente.

O suspeito disse ainda que nunca tocou no pênis nem na mulher, e no momento da abordagem estava na lotérica para sacar dinheiro para fazer compras. Questionado sobre a suposta atitude perante as mulheres que vê na fila, o mesmo afirmou que sua mãe sempre o orientou a procurar ajuda psicológica, pois acha o comportamento do mesmo (muito calado, às vezes inquieto), muito estranho. Disse ainda que concorda com sua mãe e precisa de um psicólogo.



Comente esta notícia

Ramildo bezerra da Silva 21/06/2018

Há expressões agressivas, ofensas e/ou denúncias sem provas. Queira, por gentileza, refazer o seu comentário

positivo
0
negativo
0

1 comentários

1 de 1