NOVA MUTUM, 21 de Julho de 2024
icon weather 17 º 37 º
DÓLAR: R$ 5,60
Logomarca

SINOP Segunda-feira, 04 de Dezembro de 2023, 15:40 - A | A

04 de Dezembro de 2023, 15h:40 - A | A

SINOP / JOGADA NA BR-163

Mãe que colou boca de bebê com fita adesiva é espancada e morre em hospital

Ainda não há detalhes sobre a autoria do crime.

João Aguiar/RepórterMT
Sinop-MT



Antônia Ivila, 20 anos, morreu, no domingo (3), no Hospital Regional de Sinop (500 km de Cuiabá) depois de ser espancada. Ainda não há detalhes sobre a autoria do crime. Ela era investigada por maus-tratos, pois em 2022 ela colou com uma fita adesiva a boca da filha, na época um bebê de 6 meses. 

De acordo com a Polícia Civil, o pai de Antônia recebeu uma ligação, informando que a filha tinha sido encontrada caída no acostamento da BR-163, próximo à empresa Arroz Engenho.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e deu os primeiros socorros à jovem. Ela foi encaminhada ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos. A jovem estava com várias lesões pelo corpo.

Não foram divulgados detalhes sobre quem cometeu o crime ou suas motivações. A Polícia Civil investiga o caso.

Antônia é investigada pela Polícia Civil por maus-tratos contra a filha, que tinha 6 meses na época. Um vídeo circulou nas redes sociais e mostrava o bebê com a boca colada com fita adesiva. 

A mulher teria feito isso com a filha, para não ter que ouvir o choro da criança.

O caso foi registrado no dia 13 de março de 2022.

O pai da criança teria feito o vídeo. Ele tira o adesivo da boca da filha, que começa a chorar.

Em seguida, ele questiona a companheira: “Você está doida em pregar fita na boca da menina? Só pode estar doida, né? Não tem juízo, não?”.

Consta na denúncia que a mãe da criança estava sofrendo de depressão. Ela foi levada para a casa da mãe, em Guarantã do Norte, para acompanhamento psicológico.

A menina foi resgatada e cuidada pelo Conselho Tutelar.



Comente esta notícia