NOVA MUTUM, 24 de Julho de 2024
icon weather 19 º 39 º
DÓLAR: R$ 5,66
Logomarca

GERAL Domingo, 03 de Dezembro de 2023, 14:46 - A | A

03 de Dezembro de 2023, 14h:46 - A | A

GERAL / CONQUISTAS NO ESPORTE

Mato-grossenses retornam com 29 medalhas da edição nacional nas Paralimpíadas Escolares em SP

Além dos resultados, a equipe teve outros destaques na competição como: 3 quebras de recordes nacionais, 2 convites para Camping Escolar e artilharia no goalball

Amanda Monteiro | Secel-MT



A delegação de Mato Grosso encerrou de forma brilhante sua participação nos Jogos Escolares Paralímpicos 2023, realizados em São Paulo. Nesse sábado (02.12), a equipe voltou para casa com 29 medalhas, sendo 13 de ouro, 10 de prata e seis de bronze. 

Além dessas conquistas, o estado mato-grossense teve outros destaques na competição. Entre eles, três quebras de recordes com os atletas de Rondonópolis (216 km de Cuiabá) Thallysson Oliveira e Ana Clara Siqueira, na prova de salto em distância. Já nos 250m Ewellyn Vitória Corrêa do município de Lucas do Rio Verde (331 km da Capital) bateu o recorde escolar da categoria sub16. Integrante da Seleção Brasileira de base de goalball, o mato-grossense André Luiz foi artilheiro geral na competição.

Os tenistas Guilherme Oliveira de Souza, de Alto Araguaia (422 km de Cuiabá) e a cuiabana Ana Beatriz receberam o convite para participar do Camping Escolar Paralímpico, projeto anual do CPB que prevê o primeiro contato com a rotina de um atleta de alto rendimento.

“Foi uma grande honra jogar pelo nosso Estado. Estou muito feliz em retornar para São Paulo em janeiro e julho do ano que vem para ter a chance de treinar com os treinadores da seleção”, afirmou Guilherme. 


JOGOS ESCOLARES

 

“Como pai e técnico do Guilherme, agradeço demais o Governo do Estado por dar essa oportunidade para os nossos atletas paralímpicos. O apoio e suporte nas edições regionais e nacional foram fundamentais para alcançar tais resultados, e é muito bom quando a gente vê amor no trabalho de uma administração pública com o paradesporto”, avaliou o pai de Guilherme, João Cleito Oliveira. 

Para o secretário Jefferson Carvalho Neves, fortalecer a base do atleta é incentivar um futuro de alto rendimento.

“Para nós, o mais gratificante de tudo isso é possibilitar aos nossos atletas experiências como essa, aprendemos mais com eles do que eles com a gente e todos voltamos para casa ainda mais motivados para o próximo ano”, destacou o secretário. 

Com apoio do Governo do Estado, 60 pessoas, entre atletas, comissão técnica, staffs e professores compuseram a delegação mato-grossense que contou com representantes de dos municípios de Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis, Cáceres, Brasnorte, Paranatinga, Lucas do Rio Verde e Alto Araguaia.

"Nós tínhamos representantes do Estado inteiro vivenciando o maior evento esportivo para crianças e jovens com deficiência. Isso é muito grande. Oportunizar aos técnicos e atletas a chance de mostrar o trabalho e tudo aquilo que é feito durante um ano todo”, afirmou Neves. “Ano que vem pretendemos trazer ainda mais crianças e fazer com que essas políticas cheguem a todos os municípios de Mato Grosso".

Jogos Escolares Paralímpicos 

Organizado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), o evento reúne 1.800 alunos-atletas dos 26 estados e do Distrito Federal, além de convidados do Paraguai, em disputas de 13 modalidades.

O evento aconteceu entre os dias 29 de novembro 1º de dezembro, na Capital Paulista. 

Mato Grosso foi representado nas modalidades de atletismo, natação, tênis de mesa, badminton, goalball, halterofilismo e tênis em cadeira de rodas.



Comente esta notícia