NOVA MUTUM, 19 de Junho de 2024
icon weather 20 º 37 º
DÓLAR: R$ 5,44
Logomarca

GERAL Sexta-feira, 29 de Setembro de 2017, 15:14 - A | A

29 de Setembro de 2017, 15h:14 - A | A

GERAL /

Nova Mutum: Conflito agrário na comunidade Pontal do Marape termina com dois homens presos



Uma operação integrada entre as Delegacias Regional e Municipal, resultou na prisão de dois homens na tarde da ultima quinta-feira (28), na comunidade do Pontal do Marape, a cerca de 150 km de Nova Mutum.

Segundo o Investigador Jorge Luiz, a Policia Civil foi comunicada via 197, que um homem havia efetuado vários disparos de arma de fogo contra um veículo GM Corsa, de cor prata, que se encontrava na garagem de uma residência, diante dessas informações os investigadores da Delegacia Municipal e Regional se deslocaram até a comunidade Pontal do Marape e constataram o fato.

O veículo se encontrava cheio de perfurações de arma de fogo, a vitima em conversa com os policiais disse que a motivação que levou ela a ter o carro perfurado por arma de fogo, seria um conflito agrário que estaria acontecendo naquela região e que os suspeitos haviam efetuado os tiros para intimidar a vítima. questionada se havia visto o autor dos disparos, a vitima disse ter reconhecido um dos autores e que o mesmo seria morador da comunidade.

Diante das informações, os investigadores se deslocaram até a residência do suspeito U.H.S, realizaram a prisão do mesmo e encaminharam ele, até a Delegacia Judiciaria Civil de Nova Mutum para as devidas providências.


No momento em que a Policia Civil se deslocava até a comunidade, foi realizada uma abordagem a uma camionete S-10 conduzida pelo senhor J.M, 62 anos, que ao conversar com os policiais demostrou um nervosismo, diante disso foi realizado uma revista no interior do veículo, aonde foi localizado uma pistola calibre .380, com numeração raspada.

Diante do fato, os investigadores se deslocaram até a residência do mesmo, aonde em buscas pelo local foi encontrado uma espingarda calibre .28, com varias munições e apetrechos para recarga, o suspeito foi preso em flagrante e encaminhado até a Delegacia Judiciaria Civil, aonde se encontra detido, seu caso não cabe fiança pelo fato da pistola estar com a numeração raspada.

Já o suspeito U.H.S pagou fiança e foi liberado, o mesmo vai responder o processo em liberdade.

Fonte:DaRedação/Fotos:DjefersonKronbauer e Divulgação



Comente esta notícia