NOVA MUTUM, 14 de Junho de 2024
icon weather 21 º 37 º
DÓLAR: R$ 5,38
Logomarca

GERAL Terça-feira, 07 de Dezembro de 2021, 10:49 - A | A

07 de Dezembro de 2021, 10h:49 - A | A

GERAL / TEMPORAL

Raio mata 15 cabeças de gado em sítio em Alto Paraguai- MT

Um raio já havia caído no local em outra ocasião, mas os animais não ficaram feridos.

G1/MT
Alto Paraguai-MT



A queda de um raio em um sítio localizado no assentamento Ema, em Alto Paraguai (MT), a 219 km de Cuiabá, matou 15 cabeças de gado que estavam no pasto, nesse domingo (5).

De acordo com a filha do proprietário, um raio já havia caído no local em outra ocasião, mas os animais não ficaram feridos.

A servidora Rosangela Ferreira da Silva, de 43 anos, explicou que o pai, Rufino Sebastião da Silva, de 72 anos, estava no sítio no momento em que a queda do raio aconteceu.

De acordo com ela, Rufino está abalado com a morte dos animais.

“São pessoas humildes que conseguiram isso com muito esforço, trabalhando muito”, lamentou.

Imagens registradas pelos proprietários mostram os animais mortos no pasto após a queda do raio.

Incidência de raios

A incidência de raios em Mato Grosso neste ano teve um aumento de 160% em relação ao ano passado, segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

De acordo com os dados, em setembro de 2020 foram cerca de 1 milhão de raios no estado. Em setembro de 2021, esse número subiu para para 2,6 milhões.

Segundo os especialistas, o aumento não pode ser explicado pela atuação exclusiva do fenômeno La Niña, que está em andamento, já que o fenômeno é de baixa intensidade.

O Brasil é o país com maior incidência dessas descargas elétricas do mundo, por ser o maior país da região tropical do planeta, a região mais quente e que, por isso, tem mais tempestades.

 


Comente esta notícia