NOVA MUTUM, 21 de Outubro de 2021
icon weather 22 º 33 º
DÓLAR: R$ 5,45
Logomarca

LUCAS DO RIO VERDE Quarta-feira, 25 de Agosto de 2021, 14:51 - A | A

FLAGRANTE

Polícia prende "empresário" com 10 toneladas de milho roubadas em Lucas do Rio Verde-MT

Carreta carregada com 50 toneladas de milho foi furtada em Sinop na segunda-feira (23) e levada para ser comercializada em Lucas do Rio Verde.

Mário Andreazza/RepórterMT
Lucas do Rio Verde-MT

Foto: PJCMT

image

Um ‘empresário’ de 25 anos, nome não divulgado, foi preso em flagrante, nessa terça-feira (24), em Lucas do Rio Verde (354 km da Capital, acusado de comprar parte de uma carga de milho furtada em Sinop (500 km da Capital) na segunda-feira (23), onde uma carreta carregada com mais de 50 toneladas do grão, avaliada em R$ 61,5 mil, foi furtada.

Após o registro do ‘roubo’, a Polícia Militar (PM) de Sinop entrou em contato com os militares de Lucas do Rio Verde informando que o veículo furtado deu entrada na cidade. Os policiais realizaram rondas, conseguiram localizar a carreta e prender o ladrão.

O bandido foi encaminhado à Delegacia de Lucas do Rio Verde, onde foi interrogado e, posteriormente, preso em flagrante pelo crime de furto. Durante o depoimento, ele confessou o crime e identificou o ‘empresário’ que comprou parte da carga.

O ladrão relatou que ao chegar à cidade anunciou a venda do milho em uma rede social e, logo em seguida, um rapaz interessado na receptação da mercadoria entrou em contato.

O ‘receptador’ disse que queria apenas 10 mil quilos de milho, o que foi negociado R$ 25 pela saca de 60 quilos, totalizando R$ 4 mil pelos grãos.

Os investigadores seguiram ao endereço do ‘empresário’, onde o localizaram e o conduziram à Delegacia. Após ser interrogado pelo delegado Eugênio Rudy, foi autuado em flagrante pelo crime de receptação. A carga foi apreendida e será restituída a vítima.

Em continuidade as diligências, os policiais da Delegacia de Lucas do Rio Verde foram até o local em que a carga subtraída. No local indicado, os policiais encontraram parte dos grãos defronte ao armazém e a outra parte ocultada nos fundos, já ensacada, e pronta para comercialização, totalizando 54,5 toneladas de grãos apreendidos.



Imprimir

Comentários