NOVA MUTUM, 25 de Janeiro de 2022
icon weather 23 º 33 º
DÓLAR: R$ 5,51
Logomarca

SORRISO Quarta-feira, 17 de Novembro de 2021, 11:23 - A | A

POLÍTICA

Prefeitura de Sorriso apresenta proposta de vale-alimentação de R$ 200 para servidores

Tema voltará a ser analisado na semana que vem

Portal Sorriso com Decom
Sorriso-MT

Foto: Reprodução

image

Um vale-alimentação de R$ 200 mensais para os 2.128 servidores efetivos (concursados), comissionados e contratados da Prefeitura de Sorriso. A proposta foi apresentada no início da manhã desta quarta-feira (17), pelos representantes da Administração Municipal, os secretários Estevam Calvo (Administração) e Bruno Delgado (adjunto de Administração) ao presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Sorriso (Sinsems), Leocir Faccio; e aos vereadores Acácio Ambrosini, Jane Delalibera, Marlon Zanella e Zé da Pantanal. O secretário municipal de Governo, Hilton Polesello, também participou da reunião.

“Vínhamos discutindo este tema ao longo do ano, junto com todo o processo para concessão da RGA (a Revisão Geral Anual), que ficou travada por conta da Lei da Pandemia, e mesmo diante do impacto deste montante no orçamento geral do Município, assim como a concessão da RGA acumulada, temos a oferecer inicialmente, este valor para iniciarmos as análises, destaca Estevam, lembrando que para o próximo ano, os servidores passam a contar com uma revisão salarial de 10,17%.

O porcentual já começa a valer a partir da primeira folha de pagamento do próximo ano, que será creditada na conta dos servidores no dia 28 de janeiro e também vale para inativos e pensionistas da Administração Municipal direta e indireta.  A ideia é que o vale-alimentação também já integre a rotina orçamentária dos servidores a partir de janeiro, informa Delgado, complementando que a reunião de hoje marca a retomada das negociações com uma proposta oficial da Administração.

Na quinta-feira da próxima semana (28 ), a partir das 7h, também no gabinete do secretário de Administração, tem início uma nova rodada de negociações acerca do tema. Estevam lembra que a Secretaria de Fazenda elaborou o estudo de impacto no orçamento geral do Município, e, levando em consideração os 2.128 servidores, anualmente, a Prefeitura destinará R$ 5.107.200,00 com a concessão do benefício.

“Mesmo que este valor não seja contabilizado como despesa com folha de pagamento, precisamos ter bem claro que ele impacta sim no orçamento geral do Município, o que demanda uma análise criteriosa e prudente, visto que precisaremos promover, a partir do próximo ano, uma reforma administrativa com realização de concurso público, conseguindo assim, adequar o número de servidores públicos ao real e atual número de habitantes de Sorriso,visto que a última reforma já tem 10 anos”, contextualiza Estevam.



Comente esta notícia