NOVA MUTUM, 17 de Maio de 2022
icon weather 7 º 17 º
DÓLAR: R$ 5,06
Logomarca

GERAL Segunda-feira, 09 de Maio de 2022, 19:36 - A | A

GERAL

Empresário de MT trava "briga" com jaú de 150 kg e depois devolve animal ao rio

Ele levou aproximadamente uma hora e meia para fisgar o peixe e levá-lo até um barranco para depois soltá-lo de volta ao rio.

Anthonielly Oldemburg

Foto: Arquivo Pessoal

image

O empresário Lucas Torrente e amigos pescaram um Jaú de 150 kg no Rio Sepotuba, em Tangará da Serra, a 242 km de Cuiabá. Eles levaram aproximadamente uma hora e meia para fisgar o peixe e levá-lo até um barranco para depois soltá-lo de volta ao rio.

Um peixe com este peso, segundo o biólogo da Unemat, é uma exceção e exercer um papel fundamental de controle de populações de peixes.

"Foi pelo menos uma hora e meia brigando com o peixe. Precisamos do auxílio do barco para que pudéssemos levar o Jaú até o barranco. Nós procuramos fazer isso da maneira mais rápida possível, porque a gente já tinha decidido que queríamos pegar ele desde a hora em que o vimos na água", contou.

Para Lucas, pescá-lo sozinho seria impossível, por causa do peso do peixe e pela força dele. "Seria humanamente impossível brigar sozinho com um peixe daquele tamanho. Foi essencial essa experiência junto com meus parceiros, porque o Jaú é um peixe muito forte", disse.

Antes de soltá-lo, Lucas até mediu e tentou deduzir o peso do animal, mas essa dúvida ainda permanece depois de devolvê-lo às águas.

"Eu já peguei Jaú de 18 a 20 quilos, mais ou menos. É o mais habitual que a gente pega na região. Nós deduzimos 120 quilos, mas ele passava tranquilamente de uns 150 kg. Se a gente submetesse ele a uma balança, poderia machucá-lo. Então, nós o soltamos e a dúvida ficou. O próximo pescador que o pegar, que faça isso também", explicou.

Para o biólogo da Universidade Estadual de Mato Grosso (Unemat), Valdo Troy, um peixe deste peso foi um ponto fora da curva, mas a atitude do empresário foi ainda mais responsável.

"É uma atitude louvável e mostra para nós que ainda há pessoas com consciência de conservação dos animais. Mais do que isso, tem uma visão de futuro. Esse Jaú foi um ponto fora da curva. Ele é essencialmente carnívoro e faz o controle de população de outros peixes", disse.



Comente esta notícia

Edvaldo Nogueira Santos 11/05/2022

Esse peixe tem uns 60 kgs. Mais é estória de pescador kkkkk

1 comentários

1 de 1