NOVA MUTUM, 29 de Novembro de 2021
icon weather 22 º 31 º
DÓLAR: R$ 5,61
Logomarca

LUCAS DO RIO VERDE Terça-feira, 04 de Dezembro de 2018, 11:01 - A | A

POLÍCIA

Lucas do Rio Verde: Mulher abandona filhas sozinhas em casa e ameaça mata-las

"Sempre diz que vai nos matar”, disseram elas à Polícia Militar

Terra MT Digital
Lucas do Rio Verde-MT

Quatro meninas, de 8, 11, 12, e 14 anos, foram abandonadas em casa pela própria mãe de 30 anos na noite desta segunda-feira (03) no bairro Jardim das Palmeiras, em Lucas do Rio Verde. Assustadas com a promessa de que ao voltar para casa iria matá-las, as meninas decidiram procurar apoio numa vizinha que acionou a Polícia Militar.

Ao resgatar as menores, os policiais tentaram encaminhá-las ao Conselho Tutelar do município, porém, o plantonista não atendeu as ligações. Os militares chegaram a ir até a sede da instituição que estava fechada. Eles também tentaram contatar o plantão da Promotoria Pública, sem êxito, e acionaram o plantão do Juizado da Infância e da Juventude com a intenção de acionar a Casa Lar, instituição que abriga crianças e jovens em situação de vulnerabilidade. Porém, os encaminhamentos só podem ser feitos por meio do Conselho Tutelar.

Por meio da Secretaria de Segurança e Trânsito, os policiais conseguiram atendimento de uma das conselheiras tutelares, e então as crianças foram encaminhadas à Casa Lar.

As crianças relataram aos policiais que a mãe constantemente as ameaça, dizendo que tem ódio e que iria matá-las com uma faca. As meninas ainda disseram sofrer maus tratos da suspeita.

Ao procurar a polícia, a mulher ‘agradeceu’ aos policiais por terem acolhido as crianças e confirmou que estava firme no propósito de assassiná-las.

Quando o companheiro dela compareceu à polícia em busca de informações das crianças, passou a ser agredido pela mulher. O homem, que é padrasto das meninas, havia retornado do trabalho e encontrou a casa vazia, sendo informado por vizinhos sobre o ocorrido. A mulher precisou ser algemada enquanto aguardava para ser ouvida pelo plantonista da delegacia municipal. As crianças permanecem no abrigo.



Imprimir

Comentários