NOVA MUTUM, 16 de Junho de 2024
icon weather 20 º 36 º
DÓLAR: R$ 5,38
Logomarca

SINOP Domingo, 26 de Dezembro de 2021, 19:30 - A | A

26 de Dezembro de 2021, 19h:30 - A | A

SINOP / POLÍCIA

Quadrilha é presa suspeita de chacina por rixa entre facções em Sinop-MT

Sete homens foram presos nesse sábado (25) suspeitos de envolvimento na morte de quatro vítimas.

G1/MT
Sinop-MT



Sete homens foram presos nesse sábado (25) suspeitos de envolvimento na execução de quatro homens no bairro Jardim Umuarama, em Sinop, no norte de Mato Grosso. Os assassinatos seriam por rixa entre facções.

As vítimas, Robert Andrade de Souza, 18 anos, Leandro Nascimento, 35, e Daniel Farias, 23, foram mortas a tiros na madrugada de Natal. Uma quarta vítima ficou ferida e foi encaminhada para o hospital, mas também não resistiu e foi a óbito.

O suspeitos foram presos por formação de quadrilha, homicídio doloso, tráfico ilícito de drogas e posse irregular de arma de fogo. A prisão aconteceu no bairro Jardim Oliveiras, no município.

De acordo com o boletim de ocorrência, a Agência Regional de Inteligência recebeu informações de que na casa de um dos suspeitos estaria acontecendo um churrasco em comemoração à chacina ocorrida no Jardim Umuarama, na madrugada de sábado (25), quando quatro pessoas foram assassinadas.

Em dado momento, a ARI interceptou dois suspeitos afirmarem que realizaram os homicídios a mando de uma organização criminosa, e que as vítimas seriam rivais vindo de Goiás. Relataram, ainda, que o líder da organização no município arrumou armas e veículos para executar o crime, e que eles ficariam reconhecidos no estado dentro da organização por eliminar os rivais.

A ARI acionou uma equipe da Companhia Independente de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (Raio) para realizar a abordagem aos suspeitos na residência.

Durante as buscas pessoais foi localizado um revólver calibre 38 e duas munições intactas com o suspeito, que seria o líder da organização em Sinop. Já na casa, os policiais encontraram três peças de maconha e uma garrucha calibre 22, que foram apreendidas.

O suspeito dado como o líder da quadrilha relatou que os homicídios foram realizados a mando da organização e informou, ainda, que planejou outros homicídios no Jardim Paulista, onde quatro pessoas foram mortas em uma residência.

A quadrilha recebeu voz de prisão e todos os suspeitos foram conduzidos para a Delegacia de Polícia de Sinop.



Comente esta notícia