NOVA MUTUM, 13 de Junho de 2024
icon weather 19 º 36 º
DÓLAR: R$ 5,37
Logomarca

GERAL Segunda-feira, 21 de Agosto de 2017, 00:12 - A | A

21 de Agosto de 2017, 00h:12 - A | A

GERAL /

Pássaro silvestre é encontrado morto e amarrado em árvore em Nova Mutum



A Policia Civil atendeu na tarde deste domingo (20), um crime de maus tratos de animais, na Avenida das Emas, bairro Residencial das orquídeas, em Nova Mutum.

O animal, um Araçari-Castanho foi encontrado morto e amarrado em uma árvore por uma família que passava pela avenida.

A família havia parado para observar o pássaro, mas ao se aproximar do animal se deparou com a ave, que se encontrava sem vida, amarrada na arvore por arames pelos pés.

Diante do fato a família comunicou a Polícia por se tratar de um crime de maus tratos. Caren Toniolo que presenciou a cena ficou indignada, já que a mesma possui aves em sua residência.

"Eu tenho um carinho muito especial por eles (pássaros), e isso deixou a gente bastante chocado hoje." Disse Caren.

Segundo o investigador da Policia Civil, Jobrail André. “Após ser comunicado, fui ao local e pude constatar a veracidade do fato”. Questionado sobre que procedimentos seriam tomados, o investigador disse. “Será confeccionado um boletim de ocorrência, para que a partir desse procedimento seja investigado e chegue ao responsável desse ato, já que o caso caracteriza como crime de maus tratos”. disse o investigador Jobrail André, ao site Power Mix.

O investigador em entrevista disse também que a sociedade pode colaborar com denúncias e concluiu dizendo. “No mundo de hoje não podemos aceitar esse tipo de fato acontecendo”. Concluiu.

A Lei Federal 9.605/98 - dos Crimes Ambientais, em seu artigo 32 determina que, Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos: Pena: detenção, de três meses a um ano, e multa.

1º Incorre nas mesmas penas quem realiza experiência dolorosa ou cruel em animal vivo, ainda que para fins didáticos ou científicos, quando existirem recursos alternativos.

2º A pena é aumentada de um sexto a um terço, se ocorre morte do animal.

A Polícia Civil passa a investigar o caso.

Fonte:DaRedação/Fotos:WesleyMoreno

 



Comente esta notícia